quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Deus Ex Machina - Conto de Terror

Saudades de vocês meus bons companheiros, há tempos que não dou as caras por aqui. De qualquer forma volto com uma grande novidade! Aqui esta um book-trailer de um conto meu de terror. Esse conto foi uma tentativa de criar uma nova forma de descrição, através das cores e sensações invés de fatos subsequentes. Foi uma experiência interessante espero que gostem.

Aqui esta o link para o download do conto: Deus Ex Machina




PS: Saudades de todos vocês sabiam? De qualquer forma espero que gostem do vídeo. 

terça-feira, 20 de maio de 2014

Como me tornei vampira Parte Final

- Compreendo... quer dizer que agora eu sou uma sangue suga? perguntei tentando organizar meus pensamentos.
- Sim é exatamente o que eu tento te explicar, há duas horas atrás. Você estava morrendo então eu cheguei a tempo e te transformei no que tu é agora.
- Agora eu me alimento de sangue? e durmo o dia todo?
- Sim, e não vai envelhecer, e sera imortal. E muitas outras coisas que te direi mais não hoje.
- Aonde estamos? 
- Aqui é minha casa, e sera sua também já que agora é minha filha. Agora permita me, uma breve apresentação que nunca tivemos a chance de ter, me chamo Gregorio, é sou um vampiro de 153 anos.


Depois de me dizer seu nome é idade ele me deu um copo com um líquido vermelho que achei que era vinho, só quando dei o primeiro gole descobri que não era, o gosto como vou descrever para vocês...

Humm! imaginem a melhor trepada da vida de vocês, agora imaginem a melhor comida que você já comeu, a sua bebida favorita,tudo isso junto não chega nem aos pés do que eu senti na minha primeira alimentação.Eu era como um bebê aprendendo a andar, e senti que com aquele copo a minha vida começava, e todo o vazio que eu senti durante toda a minha vida, dava lugar a uma alegria enorme. Depois de beber todo o copo só consegui dizer uma coisa, 
-vamos sair.


quarta-feira, 14 de maio de 2014

Como me tornei vampira parte 2

  Ele saiu do pub, eu corri atrás dele, tive que literalmente correr para alcança-lo porém ele sumiu. Bem não era um cara qualquer que acabaria com minha noite, dancei até meu corpo dizer chega, e depois peguei um guri qualquer só para afogar minha carência  daquele deus grego que conheci. 
Acordei na cama do garoto peguei minhas coisas e sai dali, e quanto ao garoto, seria apenas mais um da minha lista, de que nunca mais vou ligar. 

Fui para casa, me maquiei, e corri para o trabalho então o inesperado aconteceu, quando o relógio soou avisando que era 18:00. Me dirigi ao armario para pegar minhas coisas e ir para casa, quando estava no estacionamento procurando por meu carro ele me assustou dizendo booo nossa pulei de susto por que não o esperava. Mesmo me roendo de vontade de agarrar, e beijar ele me segurei e o ignorei, ele ficou falando comigo eu fingi que nem ouvi, ele me dizia seu nome, perguntou se eu ainda tava afim de sair com ele, apenas disse não estou interessada, mesmo estando morrendo de vontade, então entrei no carro dei a partida e sai, o deixando falando sozinho.

Depois disso semanas se passaram e ele sempre me abordava no final do emprego,na balada onde eu estava, ele estava, nunca acompanhado, apenas me fitando, diversas vezes tentou falar comigo, depois de tantos gelos ele começou a apenas me seguir, eu adorava ter um homem daquele me seguindo, um mês se passou e então uma noite qualquer, resolvi ir trabalhar de ônibus, para voltar caminhando do trabalho, ele dessa vez não me aguardava do lado de fora do meu emprego, dei de ombros como se não me importasse, e segui meu caminho quando fui pega de surpresa por um assaltante que pediu minha bolsa, eu não aconselho ninguém a fazer isso mais eu reagi, entrei em uma luta corporal com o sacana, e ele atirou em mim, pegou minha bolsa e correu.

E eu fiquei arquejando no chão com um tiro no peito, só pensava em por que eu estava morrendo,  por causa de uma maldita bolsa, e um celular, a dor foi ficando mais aguda e minha respiração mais falha, e meus olhos já estavam se fechando quando vi um vulto preto correndo em minha direção, como a morte é linda pensei... Então ouvi a voz de um arcanjo..

-Droga Katherine,tome, beba.

tentei abrir a boca mais meu cérebro  não atendia aos comandos que eu dava, senti minha pulsação diminuindo, era isso eu estava morrendo, então ele me suspendeu com seus braços fortes, e empurrou sua língua em minha boca mesmo morrendo, me agarrei a ela como se fosse sentir prazer pela última vez na vida, foi quando senti um gosto estranho, era como o cheiro de ferrugem, misturado com sal, então depois foi ficando doce como vinho, e em poucos segundos o jorro de sangue que fluía para minha boca  parou e todas as dores cessaram...
E eu desmaie no balanço de seus braços, sendo carregada para algum lugar entre o limbo, e o céu.



Parte 1 clique... Continua...

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Vaso Ruim Não Quebra Nunca!!!

Ao som de Corpus Delicti, Dust and Fire<3


Pois bem minha vida estava uma zona. E eu não sabia por onde começar a arrumar!!! Decidi por um emprego novo, e comecei a trabalhar em uma loja esotérica, e aquilo foi meu sonho realizado. Só que isso me distanciou do que eu mais gosto de fazer, que é escrever besteira na net. Mas nesse meio tempo aprendi muitas coisas, ouvi inúmeras histórias e eu sempre pensava em voltar para o blog, e dividir isso com os leitores. Mas a procrastinação era mais forte que essa serva da Deusa. Até que entro na Net e descubro que minha adorada Katherine voltou para casa, voltou a escrever, e parece que isso me acordou novamente. Então esperem novidades crianças, que a Bruxa e a Vampira, voltaram, para a tristeza das Inimigas kkkk (não resisti!!!).  

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Como me tornei vampira parte 1

  Sim sou uma vampira, mais nem sempre foi assim, fui mortal durante duas décadas, e foi um vampiro que me encontrou, e tomou-me, nos braços me transformando no que sou agora.  O que ele viu em mim até hoje não sei, sempre fui linda tanto que os homens sempre brigavam  por mim, talvez por minha pele alabastra, minhas curvas perfeitas, meus lindos olhos, ou talvez esse fosse meu destino morrer jovem.





Estava em um pub lotado de gente, quando pela primeira vez na vida um homem me evitou, quem ele era eu não sabia, o que eu sabia e que ninguém pode evitar Katherine, ele passou por mim olhando para o lado oposto e eu atiçada por imensa curiosidade, de pela primeira vez na minha vida um homem não olhar para mim, com olhar de cobiça.
o segui,  puxei o pelo braço, e o apertei contra a parede, falei sussurrando em seu ouvido o meu nome, e o que faria com ele se ele topasse sair daquele local abarrotado de gente. E por incrível que pareça, o sacana fingiu que ia me beijar, e se esquivou do meu aperto de jiboia, isso só me fez o desejar mais então minha música preferida começou a tocar e com minha micro saia, e meu salto fino 16 de femme fatale, comecei a rebolar, atraindo todos os olhares da pista as mulheres enciumadas começaram a levar seus namorados para longe de mim, até que um guri bonitinho começou a se esfregar em mim, e eu comecei a fazer uma dança extremamente sexy, tanto que o guri estava excitado, eu senti a potência dele roçando em minhas pernas, então me afastei afinal ele não fazia meu tipo, então ele me puxou, ate gosto de um BSMD mais hoje eu não queria, um cara qualquer, então cravei minhas garras ate ele sangrar, e o banana ia partir para a violência, então o homem mais sexy do mundo, falou com ele de costas para mim, e o meu agressor que nem me agrediu, se virou e foi embora. Assim do nada uma coisa que era para rolar uma baita briga, acabou com apenas duas palavras o meu deus grego de olhos azuis nem ao menos virou para mim, e saiu andando elegantemente, de sobretudo preto, e costas largas como a de qualquer homem que cuida bem do corpo, cabelo louros cortados em um estilinho moderno,ele era uma mistura de Alexander Skarsgärd, Ian Somerhalder. Um daqueles homens que fazem você querer tirar a roupa, e o cavalgar durante horas,fiquei parada ali imaginando uma trepada louca com ele, e imaginando também, esse cara é gay. Vi ele se afastando e decidi seguir ele, Quando repentinamente...

Continua...

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Por quê eu preciso de sangue.

 Olá seres do dia, eu iria começar meus relatos explicando a história de como minha vida mudou, no entanto em resposta a um comentário aqui do blog,Eu sou a vampira Katherine em minha primeira postagem  vou relatar, por que o sangue é importante na vida de um morto vivo.




Bem primeiramente vamos começar pela lei dos humanos, vocês precisam de alimento para viver, correto?


Uma pessoa pode sobreviver até 45 dias sem comer. Ao perder 30% do seu peso a morte é certa embora as doenças ocasionadas pela falta de comida possam matar muito antes.

E sem água, quanto tempo vocês seres do dia vivem?

Cerca de 60 a 70% do corpo humano é composto por água. A reposição de pelo menos um litro de água diariamente é primordial para que as células realizem suas funções.

Do contrário ninguém sobrevive mais do que sete dias.


Nós vampiros, somos bem parecidos com vocês,nesse quesito. Por isso citei os exemplos acima, para a melhor compreensão de vocês. Nosso corpo é cem vezes mais aprimorado que o de vocês, então podemos passar muito tempo sem nós alimentar, o meu recorde foi um mês.

Porém eu me senti muito fraca, e os meus poderes foram reduzidos de 100% a 25% eu não conseguia fazer muita coisa das quais eu faria de olhos vendados, ou com os pés nas costas. Penso que se ficasse mais uns dias sem beber ressecaria, e morreria. Mais não testei essa teoria, e nem vou testar cruz credo.

Por isso meus caros o sangue de vocês é importante, para manter meus poderes, e me deixar forte para enfrentar os perigos que me reservam. 

Deixo agora com vocês um poema que não é de minha autoria, mais achei muito bonitinho, e gostaria de compartilhar com vocês.


Há uma luz que me perturba e me enfraquece.
Meus sentidos pedem sangue humano, 
quero ver o sangue escorrendo pelos meus pulsos mortos.
A música se alimenta de mim e eu da morte. 

Não quero que as luzes me iluminem, não quero ouvir. 
Caminharei pelos espinhos, 
pisarei em cima do meu próprio sangue.
Encontrarei a escuridão e me jogarei de um abismo,

encontrarei com meu mestre e me encontrarei...








sexta-feira, 2 de maio de 2014

Eu sou a Vampira Katherine

Olá guris, e gurias.

Olha só quem voltou euxinha ;)

Sei que andei meio sumida e talz, mais me faltava a minha querida, e tão sumida inspiração... Ela me voltou, quando ele sumiu.

Eu queria entrar com o pé esquerdo, Então pensei, vou fazer um perguntas e respostas para mim mesma. Então quem não me conhece vai me conhecer...


Seu nome é mesmo Katherine?

Sim meu nome é mesmo Katherine. E sou uma vampira

Aonde você mora?

No mundo, seria a resposta mais correta de todas, nunca me dei bem com meus pais, e desde pequena rodo o mundo todo, morei em Pelotas Rs, maior parte de minha vida duas décadas, porém hoje em dia moro no mundo.

Aonde você andou quando sumiu do blog?

Fui em busca da felicidade, e acreditem foi em um interiorzinho que não posso revelar o nome, que encontrei a mesma. Foi só quando o conheci, e entreguei a ele meu corpo, e alma. Mais isso é outra história que contarei a o longo do tempo. Com a participação de vocês é claro se quiserem me conhecer mais.

Por que resolveu revelar um segredo milenar ao mundo?

TEDIO, seria a melhor resposta. Depois que meu criador me transformou, me ensinou tudo que eu deveria saber, como não revelar minha identidade a ninguém, não ter redes sociais, não me relacionar com humanos, mais o tempo passou ele sumiu e eu cansei, de me esconder nas sombras, E ser fiel a memoria de um ser que me abandonou.

Então por que não revela aonde tu moras? ou o nome de seu criador?

Acreditem ou não, eu quero viver e não sou uma otária, de revelar algumas coisas que causariam me, uma morte instantânea há muitas coisas entre o céu e a terra que vocês não sabem crianças do dia.

Por que resolveu escrever justamente nesse blog?

Por que quando eu era mortal, a Condessa lua me deu uma chance, acreditou em mim quando ninguém mais acreditava. E quando hoje busquei na internet saber, se eu ainda era autora no blog que ela me deu o papel de autora, lá estava meu email intacto então nada mais justo de que minhas narrações apareçam aqui, isto é se a Condessa lua quiser.

Se continuar no blog, o que você vai postar?

Já pensei sobre isso, iria criar um blog especialmente para escrever meu diário, como já expliquei na pergunta acima, escolhi o Limbo por ser mais conveniente para mim, os meus posts se chamaram diário de uma neófita, que contaram como são os meus dias, isso é, o que eu achar que devo contar a vocês por que minha vida depende do que eu falar.


"Apareçam de onde vocês estiverem, Estou aguardando vocês."

Katherinemisa1990@gmail.com

                               

                          Bloody Kisses para vocês crianças do dia.